sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Dicionário das mães-enxaquecas

 Livro da semana :  Mães em Guerra- Jill Kargman!!

Este é um livro que eu li na gravidez da Tina e agora peguei para ler de novo.. é divertidíssimo...
conta o cotidiano de Hannah Allen... uma mulher super legal que depois do marido aceitar um emprego em um banco em Nova York, muda-se para  o bairro mais chique da cidade: Upper East Side...
Lá ela vive uma difícil adaptação no meio da sogra socialite e as "mães enxaquecas", grupo de mãe madames competitivas..... lá ela precisa ouvir conselhos que vão desde onde você encontra vestidinhos infantil por U$$300 dólares até como garantir a vaga na unica pre- pre- escola que vale a pena... a mini Harvard....!!!

O legal do livro começa já no glossário, onde ela descreve alguns tipos de mães que encontraremos no livro... tem muitíssimos que conseguimos enxergar no nosso dia-a-dia...eu mesmo sou várias...rsrs..:

Ai vai a lista com algumas adaptações mais condizentes com o dia-a-dia da mãe-enxaqueca brasileira:


Glossário de termos e abreviações das mães-enxaqueca

Bola-no-Espeto: Grávida magérrima que fica controlando o peso, se achando gorda, contando caloria, prática que resulta num corpo ossudo em que o útero é o único indício da gravidez. Costuma usar salto agulha.

Fofas frescas não fazem força: mulheres incapazes de lidar com o trabalho de parto e/ou com a possibilidade de ficar com a vagina flácida. Elas optam por uma cesariana, muitas vezes com dez dias de antecedência, só para evitar os quilos desagradáveis que seriam acrescentados ao peso naqueles diazinhos a mais de gestação. (hahaha essa eu adorei.... super real no Brasil)

GG: Grávida Gratuita- futura mamãe que passa a mão na barriga a cada dois segundos. Costuma comentar que se sente "muito viva". ( eu sou uma dessas)

Hipocondrimãe: mãe que acha que o filho está constantemente doente e/ou que as outras crianças estão doentes e vão contaminar o filho dela.

Hora do suícidio: em geral, das cindo da tarde até o momento em que o marido chega em casa. Conhecida como "happy hour"pelo resto do mundo.

Ladra de babá: mãe que  não tem paciência pra entrevistar/ contratar uma babá, vai até a pracinha  e tenta roubar a babá de outra.

Ladra de nome: mãe que rouba  o nome que outra mulher havia escolhido para os filhos.

Mãenólogo: ocorre quando uma mãe fala e fala sem parar sobre o próprio filho, como se fosse a única criança existente no mundo. ( este mal às vezes me acomete também...rsrs)

Mãenoréxica: mãe que perde em duas semanas, e até menos, o peso acumulado durante a gravidez.

Mamãe- Delícia: Mãe sensual e atraente.

Maníaca da Mamada: brigada de mães radicais que competem para ver quem amamenta por mais tempo; costumam julgar/detonar as mães que dão mamadeira para os filhos.

MCDV: Mamãe Come Duas Vezes; a primeira umas seis e pouco, junto com as crianças, numa refeição que inclui purê de batata ou macarrão de letrinhas. O segundo jantar acontece mais tarde, com o marido.

MM: Mãe Mentirosa, expressão usada como no exemplo:" A Madison começou a dormir a noite inteira quando tinha duas semanas!"

O Esperminador do Futuro: Cara que tem quatro filhos ou mais. (espero que o Gu seja um...rsrs..)

Parideira Competitiva: Mãe que aposta corrida para ver quem tem mais filhos antes das outras.

Parideira do Troféu: Mãe que fica se exibindo por ter feito parto normal e acha que merece um prêmio por dispensar a anestesia. ( eu sou totalmente orgulhosa de ter feito normal e quero todos assim...aconselho todo mundo.... mas NÃO fico me exibindo por não ter tomado anestesia porque na hora do vamos ver eu queria porque queria fechar a perna e esperar o anestesista, uma pena que ele nao chegou a tempo...!!)

Prenda Pós- Parto: Presente caro que o marido dá para a mulher depois que ela empurra o bebê para fora, em geral em forma de uma joia cara. Cesarianas também contam- ainda que, do ponto de vista técnico, não incluam fazer nenhum tipo de força. ( super concordo, todo o marido tem que dar uma prensa depois de todo nosso sofrimento)

Sermãe: Mãe que fica passando sermão porque acha que sabe o que é melhor não apenas para o próprio filho, mas também para os filhos dos outros.

VAB : "Vale A Babá"sigla usada como no exemplo: não li as críticas sobre esse filme, não tenho certeza se é VAB (uma vez que ingressos+pipoca+refri+doce+pagar a babá= 100 reais.

Tenho certeza que encontraram várias amigas nas descrições acima!!!

Um ótimo fim de semana...
e até amanhã

XOXO
Kita de Oliveira Marcondes







Um comentário:

  1. kkkk o Gu um experminador do futuro??ahhaha... essa eh boa...ahahaha

    ResponderExcluir